Canadá proíbe plásticos de uso único no país



A produção e importação de plásticos de uso único como sacolinhas, talheres, canudos, etc. estarão proibidas a partir do final deste ano, segundo os novos regulamentos apresentados nesta segunda-feira pelo Canadá.


Segundo um comunicado de imprensa do governo, a proibição de importação será proibida no fim deste ano, a proibição de venda no fim de 2023 e até o final de 2025, o Canadá também proibirá a exportação.


“Apenas 8% do plástico que jogamos fora é reciclado” disse o ministro federal da Saúde, Jean-Yves Duclos, em francês, ao jornal The Guardian. “A população canadense foi muito clara conosco. Eles estão cansados ​​de ver lixo plástico em parques, ruas [e outros locais].”


Ainda segundo o The Guardian, ausentes dos novos regulamentos estão as proibições de embalagens plásticas para bens de consumo – a principal fonte de resíduos plásticos em todo o mundo, embora o Canadá tenha prometido garantir que todas as embalagens plásticas contenham pelo menos 50% de conteúdo reciclado até 2030.


Em 2018, o Canadá liderou a criação da Carta Internacional de Plásticos Oceânicos, que já foi assinada por 28 países, incluindo França, Alemanha e Costa Rica. A promessa inclui medidas para reduzir o uso de plásticos e trabalhar com a indústria para aumentar as taxas de reciclagem de plásticos.


De acordo com o site Sustentabilidade no Ar, a proibição dos plásticos no Canadá ocorreu pouco tempo depois de medidas semelhantes serem promulgadas na França em 2021. Ela faz parte de um movimento mais amplo de governos de todo o mundo para tentar frear a produção de plásticos descartáveis.


44 visualizações0 comentário